BEM VINDO A CASA DO COMERCIÁRIO!
loading

Notícias SECEG
Fique por dentro de tudo o que acontece

Loja pede desculpas a Damares por constragimento causado por vendedor
Cadastrado em 11/01/2019 10:26

 Vestida de azul, Damares se diz constrangida e deixa loja após ser questionada por vendedor; veja

A unidade da loja Cantão, no Brasília Shopping, onde trabalha Thiego Amorim, pediu desculpas à ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, depois que o vendedor entrou com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra ela, alegando que houve constrangimento, vias de fato e ameaça durante uma discussão entre os dois dentro da loja no último dia 2.

 

De acordo com o jornal O Globo, a loja afirmou que a ministra não foi atendida corretamente e sustentou que não houve agressão por parte de Damares.

 

"Gostaríamos de pedir desculpas pelo atendimento inadequado de um de nossos funcionários da loja localizada no Brasília Shopping no último dia 02.01.2019, reconhecemos que não houve por parte de V.Sa. qualquer tipo de agressão no interior da loja", diz a nota da franquia.

No dia em questão, o vendedor questionou a ministra por estar vestindo uma blusa azul após a declaração polêmica sobre as cores que meninos e meninas deveriam usar.

 

Ao jornal, Thiego relatou que Damares teria respondido que vai "acabar com a ideologia de gênero nas escolas brasileiras".

“Eu falei ‘vem cá, que história é essa de menino ter que usar azul e menina ter que usar rosa?’. Aí ela se aproxima de mim, põe a mão em cima do meu pescoço, sabe? Como se fosse um ato de ‘escuta aqui’. E disse ‘eu vou acabar com a ideologia de gênero nas escolas brasileiras’”, contou o vendedor.

 

Fonte: O Globo/ O Popular

Retornar

Denúncia Anônima

Informe irregularidades trabalhistas da empresa no comércio.