Gasolina já é vendida a R$ 3,55 em Jataí

 

Desde o último domingo a alta nos preços dos combustíveis tem sido motivo de insatisfação em todo o Brasil. O aumento, como explicado por representantes do setor, foi decorrente da alta do PIS e da Cofins sobre a gasolina e o diesel, repassada para os consumidores nas bombas dos postos.

 

De acordo com pesquisa realizada pelo POPULAR em oito cidades listadas na síntese de preços cobrados em Goiás, no mês de janeiro, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) o litro da gasolina era vendido a R$ 3,55, em Jataí, que apresentou a gasolina mais cara dentre as cidades pesquisadas.

 

A gasolina em Goiânia também registrou um dos preços mais salgados da pesquisa, sendo encontrada por até R$ 3,49 o litro. Já, em Porangatu, é onde o combustível está mais barato, a gasolina chega às bombas por até R$ 3,38.

 

Com relação ao diesel, o levantamento feito pelo POPULAR identificou que o maior preço está em Catalão (R$ 3,18) e o menor, em Anápolis (R$ 2,74). Na capital (R$ 3,04) também foi identificado um dos preços mais altos nesse sentido.

 

ETANOL

Não bastasse a alta da gasolina e do diesel, o etanol também está mais caro. A pesquisa detectou preços mais altos em Catalão e em Itumbiara (R$ 2,39). Em Jataí, onde foi registrado o segundo maior preço da pesquisa, o litro do etanolfoi encontrado por até R$ 2,37. Já, em Goiânia, o preço do litro está um pouco mais baixo, a R$ 2,35.

 

Os melhores preços do etanol, por outro lado, estão nas cidades de Anápolis, Porangatu e Rio Verde. Nesses municípios, o litro do combustível sai por até R$ 2,24.

 

MANIFESTAÇÃO
Em reação a dispara dos preços dos combustíveis no Estado, cerca de 40 pessoas participaram ontem de uma manifestação no cruzamento da Avenida Anhanguera com a Avenida Goiás, no Centro de Goiânia.

 

Com carro de som, os manifestantes pediram redução nos preços da gasolina e do etanol, bem como criticaram a decisão do governo de aumentar os impostos.

 
Fonte: O Popular

Mais notícias

Nota de Pesar do SECEG

O SECEG vem de público externar sua tristeza pelo falecimento de duas importantes pessoas. A então colaboradora da entidade e amiga Ana Aparecida Godinho de

Em que podemos te ajudar?